Gasto de brasileiros no exterior sobe 8,7% no primeiro semestre

Até junho, despesas no exterior somaram US$ 9,57 bilhões, contra US$ 8,80 bilhões no mesmo período de 2017, informou o Banco Central. Foi o maior valor para o período em três anos.

Os gastos de brasileiros no exterior somaram US$ 9,573 bilhões no primeiro semestre deste ano, informou nesta quinta-feira (26) o Banco Central.

Com isso, foi registrado um crescimento de 8,72% frente ao mesmo período do ano passado, quando as despesas lá fora somaram US$ 8,805 bilhões.

Os gastos de brasileiros no exterior também foram os maiores para o primeiro semestre desde 2015 – quando totalizaram US$ 9,939 bilhões.

No entanto, levando em conta apenas o mês de junho, as despesas de brasileiros lá fora ficaram em US$ 1,487 bilhão, um pouco menores que o valor registrado no mesmo mês do ano passado (R$ 1,510 bilhão).

“Com a desvalorização do câmbio [alta do dólar] nos últimos meses, essa taxa mês a mês de crescimento [dos gastos no exterior] se desacelerou e agora se tornou negativa em junho [passou a cair]. Nos primeiros quatro, cinco meses, houve crescimento, e o efeito da desvalorização cambial afeta as despesas ao torná-las mais caras”, disse Fernando Rocha, chefe do Departamento de Estatísticas do BC.

Alta do dólar e crescimento da economia

O aumento de despesas no exterior nos seis primeiros meses deste ano aconteceu apesar da alta do dólar – fator que torna as viagens ao exterior mais caras. A variação da moeda tem reflexo no valor de hotéis e de passagens, por exemplo.

No começo deste ano, o dólar estava cotado em cerca de R$ 3,26. Passou para R$ 3,32 em março e para R$ 3,85 no fim de junho. No início do ano passado, estava em R$ 3,27. Recuou para R$ 3,16 em março daquele ano e avançou para R$ 3,30 em junho de 2017.

A expectativa, porém, é de que a expansão econômica seja menor do que o projetado inicialmente. Recentemente, o governo reduziu de 2,5% para 1,6% a previsão de crescimento da economia brasileira em 2018.

De acordo com o último relatório Focus, divulgado Banco Central no início desta semana, a expectativa dos economistas é de crescimento de 1,5% da economia em 2018.

Gastos de estrangeiros no Brasil

Em junho deste ano, informou o Banco Central, os estrangeiros gastaram US$ 379 milhões no Brasil, com estabilidade frente ao patamar registrado no mesmo mês de 2017 (US$ 377 milhões).

Já no acumulado do primeiro semestre de 2018, os gastos de estrangeiros no Brasil totalizaram US$ 3,240 bilhões – com pequeno aumento frente ao mesmo período do ano passado, quandos somaram US$ 3,059 bilhões.

O matéria na integra pode ser acessada pelo link: https://g1.globo.com/economia/noticia/2018/07/26/mesmo-com-alta-do-dolar-gasto-de-brasileiros-no-exterior-sobe-87-no-1o-semestre.ghtml